As dores na coluna vertebral representam uma contrariedade na vida de muitas pessoas. Elas prejudicam, efetivamente, os movimentos habituais e, consequentemente, as atividades profissionais, podendo dar origem a várias espécies de lesões como as lombalgias (que tanto podem ser crônicas quanto intermitentes). Uma pesquisa recentemente realizada pelo Ministério da Saúde em colaboração com o IBGE, relata que 27 milhões de adultos no Brasil possuem dores crônicas na coluna. O levantamento afirma, ainda, que, apesar de atingir em maior número pessoas acima de 60 anos, há uma incidência de 8,7% entre os jovens de 18 a 29 anos.

Como sabemos, as dores nas costas influenciam o dia a dia e a qualidade de vida. Muitos indivíduos que sofrem com dores na coluna se perguntam: é possível fazer exercícios físicos? Nesse caso, quais são os exercícios contraindicados? Com a leitura deste post você descobrirá os benefícios dos exercícios físicos para a saúde, conhecerá as atividades físicas contraindicadas para quem tem dores na coluna e quais são os exercícios mais adequados. Boa leitura!

Quais são os principais benefícios dos exercícios físicos para a saúde?

As rápidas alterações da sociedade nos últimos anos trouxeram alguns efeitos negativos para o padrão de vida de muitos indivíduos. Dentre os quais destaca-se o sedentarismo, que atinge grande parte da população. O sedentarismo é, na verdade, uma das consequências advindas dessas alterações (visto que propiciam o comodismo), e uma das principais causas para o desenvolvimento de doenças. A prática de atividades físicas regulares é um dos instrumentos mais eficazes no combate aos hábitos sedentários e na obtenção de uma melhor qualidade de vida e sensação de bem-estar. 

Os exercícios físicos são amplamente benéficos à saúde. Os especialistas sustentam que eles são o método antienvelhecimento mais eficaz disponível na atualidade, devido ao seu potencial de prevenir o desenvolvimento de doenças degenerativas. Eles são eficientes, também, na prevenção e no retardo de doenças crônicas, como hipertensão arterial e diabetes, além de auxiliar na saúde psicológica, reduzindo a ansiedade, o estresse e a depressão.

Percebe-se, dessa forma, que são inúmeros os benefícios que as atividades físicas trazem para a busca por uma vida saudável. Essa prática é recomendada para aqueles que sofrem com dores nas costas, pois fortalece e alonga os músculos, aprimorando a sustentação do peso corporal e diminuindo os riscos de lesões. Todavia, é preciso estar atento ao fato de que alguns exercícios não são adequados para aqueles que possuem dores na lombar. Saibam quais são a seguir.

Quais exercícios físicos devem ser evitados por quem tem dores na coluna?

Conforme mencionado, as atividades físicas regulares são eficazes para diminuição das dores lombares, mas devem ser efetuadas com orientações médicas e de profissionais capacitados. No entanto, alguns exercícios podem ser contraindicados. Listamos alguns deles abaixo:

Exercícios de alto impacto

Devem ser evitadas as práticas que proporcionem impactos sucessivos sem perspectiva de amortecimento adequado.

Exercícios aeróbicos prolongados

Esquivar-se de atividade utilizando uma única modalidade por demorado tempo é recomendado, ou se for necessário à realização das atividades demoradas, elas devem ser executadas em períodos diferentes do dia.

Bicicleta horizontal

O uso da bicicleta horizontal com encosto vertical não é recomendável para dores na coluna. A flexão do quadril é mais intensa, não preserva a curvatura lombar, eleva a pressão intervertebral e suscita desconforto.

Abdominais completos

A execução inadequada pode causar sérios danos, pois, aumenta a pressão no interior da cavidade abdominal e sobrecarrega o músculo da coluna.

Rotação do pescoço/tronco

Durante o desenvolvimento dos exercícios a rotação do pescoço/tronco deve ser evitada ao conversar paralelamente. Mesmo com a existência das atividades contraindicadas, existem exercícios de fortalecimento da musculatura que são benéficos para a coluna, mas é preciso garantir sua realização correta. Esses exercícios são muito importantes para o fortalecimento da musculatura pélvica, paravertebral e abdominal. Quanto mais fortes estiverem os músculos dessas regiões, menos pressão haverá na coluna e, consequentemente, menor risco de dor.

Quais exercícios físicos são adequados para prevenção ou tratamento de dores na coluna?

Existem aqueles exercícios que fortalecem a musculatura que contorna a região abdominal e lombar, auxiliam na formação de um cinturão de músculos. Esses músculos dão sustentação para a coluna, essa musculatura é nomeada tecnicamente como musculatura estabilizadora lombar.

Essas atividades também são chamadas de fortalecimento isométrico e ajudam essa musculatura ficar desenvolvida protegendo a coluna de posturas inadequadas, movimentos repetitivos e exagerados. Assim, essas atividades quando conduzidas por bons profissionais de saúde podem resolver suas dores na coluna. Dessa forma, citamos alguns exercícios que podem ser indicados.

Musculação

Tonifica os músculos, aperfeiçoa o condicionamento físico e melhora postura, além de rejuvenescer é indicada para fortalecimento muscular.

Natação

Por abranger a maior parte dos músculos, beneficia a postura e flexibilidade, ainda promove relaxamento muscular e circulação sanguínea. Pode-se dizer que uma das especialidades mais completas.

Hidroginástica:

Trabalha a coordenação motora, a postura e aprimora o condicionamento físico. Por ser exercício aquático gera menos pressão nas articulações, costas e dorso.

Alongamentos

Reduz a tensão dos movimentos e mantêm a flexibilidade, além de propiciar elasticidade, agilidade e prevenir lesões por alongar as fibras musculares. A prática regular dos alongamentos relaxa a mente e regulam o corpo.

Ginástica holística

Combinada com a respiração, alongamento e relaxamento muscular propicia equilíbrio do tônus postural. Previne esgotamentos, desgastes prematuros, dores ou ainda lesões. Pontuamos ainda que no trabalho ou em casa, o cuidado com a postura não deve ser esquecido. É de suma importância manter a coluna ereta, pois, posturas inadequadas aumenta o risco de contrair dores na coluna. A postura errada pode conduzir ao aparecimento de desvios na coluna como hipercifose, hiperlordose e escoliose, por conseguinte, expandir o uso incorreto de articulações. Além de provocar dores, enrijecimento das articulações vertebrais e encurtamento dos músculos.

Assim, concluímos que dores na coluna não impedem as pessoas de exercitarem e que as atividades físicas podem ser aliadas para a prevenção e até mesmo para o alívio dessas dores. Portanto, reafirmamos que praticar exercícios físicos alivia dores, previne lesões e estabiliza o tronco. Escolha a atividade que mais goste e vá em frente — visto que dores na coluna não impossibilita a realização de exercícios físicos.

Gostou do nosso artigo? Quer saber mais sobre esse assunto? Então continue com a visita em nosso blog e entenda a importância do alongamento para a coluna.