Comuns em todas as idades, as dores nas pernas são incômodas e, muitas vezes, impedem que as pessoas exerçam simples atividades do dia a dia. Esses desconfortos podem ter causas variadas, sendo as mais comuns uma consequência de má circulação, frequente em quem trabalha muito tempo em pé ou sentado, e problemas musculares, que surgem após algum esforço físico repentino.

No entanto, é possível reduzir e até mesmo eliminar as dores nessa região do corpo com algumas ações. Confira as 4 dicas que reunimos para evitar esses danos!

1. Faça exercícios de alongamento

alongamento é essencial para aliviar as dores musculares por conta do sedentarismo ou até mesmo por causa das atividades físicas em excesso. Quando inserido no dia a dia, ele melhora significativamente a qualidade de vida de quem sofre de dores e desconfortos nas pernas e no corpo em geral.

Há diversos tipos de alongamentos com o foco em determinadas regiões corporais. O primeiro passo é respirar fundo, uma vez que ela dita o ritmo do exercício e, por isso, deve ser leve e profunda. Sente-se no chão ou em um tapete, estique as pernas à sua frente e leve as mãos até as pontas dos pés por alguns segundos. Ainda sentado, dobre um dos joelhos e abrace-o, repita o mesmo procedimento com a outra perna.

Os diversos exercícios de alongamento podem ser feitos a qualquer hora do dia e pelo tempo que você dispuser. O ideal é cumprir três séries de 30 segundos cada.

2. Mantenha uma alimentação rica em potássio

A falta de potássio no organismo pode ser sentida nos músculos, que passam a desenvolver um quadro de fadiga e fraqueza, apresentando dores e câimbras. Logo, manter uma alimentação rica em potássio é essencial para a manutenção da saúde.

As fontes alimentares ricas desse mineral são frutas cítricas, vegetais e grãos. Também é possível obter uma boa quantidade dele no frango, salmão, leite, frutas secas e amêndoas. Outros alimentos com fontes importantes de potássio incluem abacate, banana e água de coco. Portanto, não deixe esses alimentos faltarem em sua alimentação diária.

3. Monitore a pressão arterial

É comum também que as dores que atingem a região das pernas sejam provenientes de doenças cardiovasculares. Nesse caso, os sintomas que mais se manifestam são sensibilidade, desconfortos ou queimação nos músculos dos pés, panturrilhas ou coxas.

Nesse caso, o melhor tratamento é, sem dúvidas, o autocuidado. Monitore sempre a pressão arterial e o colesterol, além de adotar uma alimentação saudável e, claro, procurar sempre por acompanhamento médico caso os sintomas persistam.

4. Tenha um estilo de vida saudável

O tabagismo, o excesso de peso e a hipertensão também podem prejudicar a saúde das pernas. A fumaça do cigarro, por exemplo, deixa as artérias menos relaxadas, o que acaba prejudicando o transporte do oxigênio e dos nutrientes até as extremidades. Além disso, o excesso de peso favorece um estado de inflamação no corpo, que prejudica a circulação.

Adotar um estilo de vida saudável, que inclui alimentação rica em proteínas e vitaminas e a prática de atividades físicas, é essencial para o bom funcionamento do organismo, eliminando também as dores nas pernas. Todas essas medidas melhoram o bem-estar e a qualidade de vida do ser humano como um todo.

E você? Gostou das dicas citadas? O que costuma fazer para evitar as dores nas pernas? Compartilhe sua experiência nos comentários!